quarta-feira, 12 de março de 2008

pois então vai...

Quando escrevemos com o coração tudo fica mais lindo. Isso é fato.
Não sou a mais criativa, nem escrevo tudo corretamente, e não sou a mais inteligente. Mas como é bom escrever o que tu sente, na forma mais pura. Além de se tornar gostoso de se ler, ficam nas palavras os sentimentos.
Consigo me expressar muito bem falando de saudade. Há...

Não nego que já senti saudade de muita coisa, e escrevi sobre isso.
Mas hoje a tarde em um dos momentos em que parei, relaxei e comecei a pensar na vida, notei que a gente acaba acostumando com ela. Não que não a sentimos... mas o ritmo diminui...

E há saudades que eu queria tanto deixar ali, provar dela quando me bate nostalgia, ou um tristezinha boba.

A única saudade que não me deixa, que fica aqui, dentro de mim, é a saudade alegre [se existe isso], daquelas que tu sabe que pode passar um dia, ou dois, mas que tu vai mata-la, e da melhor forma possível. E o engraçado é que ela não vem junto com ciúmes, ou medinho, ou alguma desconfiança... é tão livre, solta, gostosa.
Isso é confiar no seu taco? Não.
É acreditar nos sentimentos, acreditar nas palavras ditas olho no olho, acreditar nos pés enroscados enquanto se dorme, acreditar nos olhares, e acima de tudo é acreditar que após tantas tempestades, tantas fugas, tantos medos, coisas boas surgem. E surgem quando tu menos espera, e quando tu estas com tudo em ordem dentro de ti.

Sentimentos que crescem com naturalidade, sem dependencia, sem afobação, são saudaveis, fazem tão bem.

Mas eu continuo com medo de esquecer certas coisas. Coisas que foram importantes na minha vida, que me ensinaram o certo e o errado.

5 comentários:

laine. disse...

Realmente, quando tu transborda teus sentimentos teus textos ficam lindos!!

Tô felizi por ti!!!

meio tixti, mas felizi no fundo!!!

Adele Corners disse...

Ai ai cafÉ....


hahahahahhaha

Paulo disse...

Gosto dessa intensidade na escrita. Intensa, porém, doce.

Escreve mais? :o)

Rochele disse...

Suuuu, lindo texto.
Boa sorte tá...
Bjus (nos vemos no almoço segunda - se tu almoçar com a galera. Eu almoço no mesmo restaurante)

Grasi disse...

Lindo e inteso, como tudo deve ser.
Eu te amo minha primavera!
=DDD